Bem vindo! Hoje é terça-feira, 13 de novembro de 2018

Campus Rural da Urcamp recebe centelha da Chama Crioula

Pela primeira vez uma centelha da chama foi levada a cavalo até o Campus Rural, onde funciona a Fazenda Escola da Urcamp. A iniciativa foi de um grupo de acadêmicos do 1º semestre da Medicina Veterinária e teve respaldo e apoio dos professores do Campus. Em um pequeno grupo de sete cavalarianos, eles buscaram a Chama Crioula no Parque do Gaúcho ao final da tarde do dia 13, quando a centelha foi distribuída a CTGs entidades tradicionalistas. Então percorreram cerca de 10 km até a Fazenda Escola, onde foram recepcionados por outros colegas e o corpo docente da veterinária. Depois da execução do Hino Riograndense, à capela, pelos presentes, o professor Derly João Siqueira destacou o mérito da iniciativa. “Estamos aqui reunidos em volta deste fogo que tem todo um simbolismo para nós gaúchos. O fogo nos aproxima, nos faz refletir, nos torna irmãos porque estamos todos juntos e nós que nascemos aqui no Rio Grande do Sul, não somos melhores ou piores do que nem um outro estado do nosso país, mas a gente respeita as nossas tradições e é isso que estamos fazendo e resgatando aqui nessa noite”, justificou.

Uma das responsáveis pela iniciativa foi a acadêmica Rafaela Cardozo, que também pediu a palavra. “Nós estamos muito felizes por termos tido o apoio dos nossos professores. Estamos aqui todos irmanados, porque essa centelha nos torna próximos, unidos e isso é muito bonito”, destacou.

Os alunos confeccionaram uma pira, onde a chama ficou depositada numa chaleira de ferro, suspensa por um suporte. No dia 19, professores e pais de alguns acadêmicos irão organizar um grande Café Campeiro no Campus Rural, como forma de integrar o curso e os estudantes, onde cada um será responsável por um prato. A chama irá permanecer sob vigília em revezamento até o fim dos festejos farroupilhas.